Alma do Negócio: inadimplência

Segundo o último levantamento da Serasa-Experian, R$ 61 milhões de brasileiros estão no vermelho. O número é o maior já registrado desde 2012 e afeta diretamente o caixa das empresas.

“Notamos na nossa sociedade, os pequenos empresários é que sofrem o mal do calote”, declara Caio Katayama, consultor.

Para se prevenir, o consultor de mercado alerta: o empresário precisa antes de tudo conhecer o perfil de seu consumidor.

O bom cliente é aquele que sempre pagou em dia, mas por conta de algum problema financeiro entrou no vermelho. Esse cliente vai fazer de tudo para honrar a dívida. “Ele gosta da sua empresa e do seu produto, nunca vai falar mal da sua empresa e nem negar a compra”, explica.

O segundo tipo é o que gasta mais do que tem e só vai pagar o que deve se você insistir muito.

Depois vem o consumidor que acha que não pagar é um bom negócio. Faz uma única compra e não aparece mais. Vai dar a maior canseira para pagar a dívida.

Por fim, vem o caloteiro de carteirinha. O que age de má fé e usa até documento falso para comprar e não pagar nunca.

“O inadimplente é o teu bom cliente, os outros três não são e isso pode ser fatal para o seu negócio”, alerta.

Por isso é importante analisar o comportamento do cliente que frequenta seu negócio.

“Faça um pequeno cadastro, olhe os documentos e veja se verdadeiramente ele gosta da sua loja, gosta do seu produto ou se ele entrou só pra aproveitar uma oportunidade”, orienta.

Para cobrar dívidas, use sempre uma empresa especializada em recuperação de crédito. “Uma boa venda e boa assessoria de recuperação tenho certeza que você sai da crise”, afirma.

Fonte: G1

Foto: ThinkStock