Vendas do varejo de material de construção se mantêm estáveis em junho

 

Como já era esperado, houve uma pequena retração de menos 2% em relação a maio

•Quatro regiões retraíram: Norte e Sul (- 10 p.p.), Sudeste e Centro-Oeste (- 6 p.p.). Já o Nordeste apresentou um resultado 2 p.p. acima no mês anterior.

•Essa retração foi sentida também por algumas categorias como tintas, revestimentos cerâmicos (-2 p.p.) e telhas de fibrocimento (- 7 p.p.).

•As estimativas dos lojistas era mesmo de uma certa queda nas vendas de junho. Já para julho os lojistas estão mais otimistas.

•Aumenta a intenção de contratar funcionários no próximo mês no Sul e Nordeste (os patamares estavam abaixo da média ), além do Centro-Oeste que destaca-se pelo aumento consecutivo nos últimos 3 meses.

Já a intenção de fazer investimentos nos próximos 12 meses vem crescendo no Sudeste mas retraindo no Sul e Nordeste.

•Assim como ocorreu em maio, predomina o pessimismo com relação às ações do Governo nos próximos 12 meses (43%).

Com os resultados das vendas do mês de junho, praticamente iguais as do mês de maio, o primeiro semestre de 2017 se encerra com pequeno crescimento sobre 2016, de 4%.

Nos últimos doze meses o desempenho é 5% menor.

Fonte: ANAMACO